Aracaju: fácil de chegar, fácil de gostar!

ORLA AJU
Arcos da Praia de Atalaia

Quando lembramos de Nordeste brasileiro, nos vem à mente principalmente as praias. As águas azuis de Maceió, as dunas de Natal, o farol da Barra, em Salvador. Ainda existem outras localidades além das capitais, como Porto de Galinhas, em Pernambuco, Maragogi, em Alagoas, Morro de São Paulo na Bahia e, claro, o paraíso do Brasil, a Ilha de Fernando de Noronha.

Estes lugares são belíssimos, isso ninguém discute. As praias são realmente lindas, algumas paradisíacas, o que faz serem muito procuradas não apenas na alta temporada, no verão, mas também em todo o ano.

Na época do carnaval, por exemplo, não é raro encontrarmos passagens aéreas para algumas capitais nordestinas por preços que pagamos normalmente para destinos tradicionais da América do Sul, como Santiago, Buenos Aires e até mesmo para a Europa (sim, já pagamos R$ 1600,00 ida e volta para Paris e também para Milão em uma Mega Promo TAM em 2013 e em 2014, respectivamente).

Porém, nem todo o Nordeste precisa ser O OLHO DA CARA na alta temporada. Nem toda praia precisa ter o mar azulzinho, lembrando o Caribe. Nem todo carnaval precisa de trio elétrico, frevo. Nem toda viagem precisa quebrar o seu orçamento, comprometendo outras trips ano a fora.

No ano de 2017 escolhemos passar o carnaval no Nordeste. Pesquisamos MUITO, fizemos malabarismos com nossas milhas, ficávamos sempre de olho em promoções, tentávamos de TUDO para conseguir​ viajar da maneira como mais gostamos de fazer: BARATO.

Pois bem… eis que em uma das muitas buscas, desta vez já despretensiosa, quando estávamos desistindo de ir para o Nordeste, quase desistindo de ir para a nova moda aqui do Sudeste (Arraial do Cabo/RJ) e nos contentando com Bertioga, aparecem passagens LATAM com preço legal com milhas (6000 o trecho). O melhor: no carnaval.

Mas, qual seria nosso destino? Algum daqueles lá de cima, os mais badalados? NÃO. Apareceu em nossas vidas ARACAJU, a discreta capital sergipana, aquela que não é Maceió nem Salvador, que não tem águas azuis ou trios elétricos. A capital mais simpática que conheci no Nordeste.

AEROP AJU
Entrada da sala de desembarque do Aeroporto de Aracaju

Já havíamos pensado em AJU, pois um de nós possui familiares lá em Sergipe e, por isso mesmo, havíamos deixado de lado também por não ser um lugar com praias paradisíacas​. Aracaju apareceu em nossos planos de última hora, em meados de janeiro, com o carnaval dali a 40 dias… quando tu pega ou larga. PEGAMOS!

Por falar em deslocamentos para a capital sergipana, os vôos partindo de São Paulo para Aracaju ajudam no planejamento da viagem. Nós gostamos de viajar logo depois do trabalho, saindo de SP à noite para podermos dormir no local de destino e acordar lá para aproveitar ao máximo o feriadão, fim de semana ou férias. Nosso vôo partiu de Guarulhos às 21:05, chegando no Aeroporto Santa Maria às 23:42. Horário perfeito!

Além da Latam, a GOL e a Avianca também operam vôos diretos de São Paulo para Aracaju. O vôo noturno da GOL para AJU parte às 22:25 de Guarulhos. A Avianca tem apenas um vôo diário, à tarde, o que não ajuda muito quando a intenção é viajar após o trabalho numa véspera de feriado ou sexta feira. Porém, a volta da Avianca, o vôo O6 6197  parte em um ótimo horário, 18:15. A volta pela GOL ou LATAM são boas também: 17:15 e 03:45 (GOL) e 16:42 (LATAM). Há outros horários, diurnos também.

A chegada em Aracaju foi perfeita!!! Horário ótimo. Nossa próxima missão foi chegar do aeroporto até o hotel. Sabe aquele trajeto longo do Aeroporto do Galeão até Copacabana? Ou do Aeroporto de Guarulhos para São Paulo? E aquela verdadeira VIAGEM do Aeroporto de Salvador para o centro da Cidade? Então, em Aracaju NÃO TEM! O trajeto entre o Aeroporto Santa Maria e o Hotel Comfort, próximo à Praia de Atalaia foi feito em menos de 10 minutos de Uber. Do aeroporto até a famosa Passarela do Caranguejo, uma parte da orla lotada de bares e restaurantes e um dos principais pontos turísticos de Aracaju são cerca de 3km. O valor da corrida foi de aproximadamente R$ 12,00, bem diferente dos 25 reais (por trecho) do ônibus executivo de Curitiba, ou dos R$150,00 de táxi da Zona Sul/Central de SP até GRU.

AJU NOITE
Orla da praia. Uma das mais bem conservadas do Nordeste.

Para voltar, pegamos um vôo da Azul para Viracopos. Bom horário, 18:25. Teria sido o retorno perfeito, se não fossem: o stress por desembarcar “correndo”, esperar para pegar a mala na esteira, para daí  pegar senha para o próximo ônibus da Azul para São Paulo (gratuito) e, claro, os 90 minutos de estrada que pareciam umas 4 horas. UFA! Deu tudo certo. Graças a Deus existe quarta feira de cinzas para poder acordar um pouco mais tarde para trabalhar!
Enfim, com todas estas facilidades, com a recepção e o tratamento que tivemos e com os preços dos pratos nos restaurantes da cidade, elegemos Aracaju a capital nordestina com melhor custo benefício dentre as que conhecemos.

Em breve teremos mais posts sobre este destino.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s